Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Letras Aventureiras | Por João e Luís Jesus

De João Jesus e Luís Jesus, nomeados os mais jovens escritores portugueses em 2016.

28
Set16

Passatempo do livro "2038"

João Jesus e Luís Jesus
[caption id="attachment_4993" align="aligncenter" width="258"]2038-max-telesca Livro de Max Telesca[/caption]Sinopse:

Em 2038 “tudo é normal, pois todo mundo faz”. Este é o princípio fundamental de um país que resolveu de maneira bastante original o problema da corrupção: legalizando-a.

Este mesmo país, também de maneira inusitada, solucionou o problema da violência urbana regularizando os esquadrões da morte ao considerar “não-pessoas” os latrocinas, homicidas e os traficantes irregulares de drogas, aqueles que não distribuem de forma regular o “arrego”, propina policial também liberada em Lisarb.

Verificando a impossibilidade de vencer o problema dos grandes desvios éticos, os líderes de Lisarb decidiram que o tema da corrupção deveria ser superado de vez e incorporado aos costumes a partir da Doutrina da Aceitação.

Como participar?!

Este passatempo é resultante da parceria com a Chiado Editora, que nos cedeu um exemplar deste livro para um passatempo!

Informamos que este passatempo está aberto para participantes de todas as nacionalidades, pelo que o envio é feito para todo o mundo.

O passatempo terminará dia 15 de outubro '16.

Para participar no passatempo abra o post original:

(Post Original)

-Fazer like no post original-Comentar “Eu” no post original-Partilhar o post original em modo públicoAté à data de revelação e boa sorte!🙂

28
Set16

"Desenhas o Amor com as (Tuas) Mãos"- Ana Ribeiro

João Jesus e Luís Jesus

O Amor. O Amor é tão simples, tão leve e tão suave. Tão singelo e fácil que apenas com os teus dedos o consegues desenhar como o sopro de uma brisa. Desenhas o Amor com as mãos e  pinta-lo com a maior das facilidades com a ligeireza da tua alma, com o balanço de cada batida do teu coração.Desenhas-o-amor-com-as-tuas-maos

Com o toque que nenhum Amor consegue repetir, que poucos Amores sabem sentir e conseguir deixar-se arrepiar.

O Amor é o sorriso de cada movimento, de cada olhar profundo e sentido, de cada par de mãos cujos dedos se entrelaçam e desenlaçam, dançam e balançam procurando o infinito.

O Amor não se resume porque é um puzzle completo que só se sente quando se vive. Quando se troca, e quando se tenta medir em palavras mas não existem medidas. Quando se complementa de uma forma rápida e permanente com alguém que é feito do mesmo Amor de que somos feitos.

O Amor, essa estrutura tão sólida quão frágil, desmorona-se e volta a reerguer-se da mesma forma que o sol se põe e a Lua se apresenta. Sorri de alegria e chora lágrimas como o continuo cair de gotas de chuva.

O Amor consegue ser tudo e não ser nada de uma forma tão fugaz como um Olá e um Adeus, como uma despedida seguida de um reencontro porque a distância é demasiado longa para se conseguir perder o amor de vista.

 O Amor é um corpo a corpo e um cara-a-cara. É entrega e devoção.

O Amor é nunca saber esperar quando o coração tem pressa para te encontrar.

O Amor é tão infinito como aquela tarde longa ao teu lado. Eterno como o perfume mais intenso que o que nos circunda nos faz sentir, pode colorir-se das mais diversas cores e tornar-se inesquecível. É espaço e tempo sem querer dar qualquer espaço ou tempo.

O Amor és tu. E sou eu.

O Amor é o pestanejar do amanhecer e o gélido anoitecer. É o som da tua voz e o calor dos teus braços.

O Amor é uma só palavra e são mil palavras, que podem resumir-se a uma falta de palavras.

O Amor… 

Pouco mais há a dizer. Vai em busca do teu e não o deixes perder.

Texto de Ana Ribeiro, escritora e blogger do blog "Escreviver"

Mais sobre nós

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

João Jesus

Chamo-me João Jesus. Sou escritor e blogger! Sou português e habito num concelho do distrito de Vila Real! A leitura, a escrita e o filme são as minhas grandes paixões.

letrasaventureiras@sapo.pt

Luís Jesus

Chamo-me Luís Jesus. Sou ilustrador e blogger. Adoro ilustração e tecnologia. Apesar de ser ainda novo, o meu sonho é licenciar-me em engenharia informática e visitar países como a Austrália, Singapura, China e EUA.

letrasaventureiras@sapo.pt

Direitos de Autor

Plágio é CRIME! Não me importo que utilizem os meus textos desde que os identifiquem com o nome pelo qual os escrevo ou o link do blogue. As fotografias que utilizo são retiradas da internet, no entanto, se houver alguma fotografia com direitos de autor: estes não serão esquecidos. Obrigada!

Autora do Banner

DESIGNED BY JOANA ISABEL